Foto: Thiago Parmalat/RCortez/CSA

Técnico Marcelo Cabo será agraciado com Título de Cidadão Honorário de Maceió

Niviane Rodrigues/Dicom

A Câmara Municipal de Maceió concede, na próxima terça-feira (29), às 9h30, no Plenário da Casa, em Jaraguá, Título de Cidadão Honorário de Maceió ao técnico Marcelo Cabo. A iniciativa é do vereador Silvio Camelo (PV), que destaca os relevantes serviços prestados pelo homenageado na área de futebol alagoano, conquistando o acesso para a Série A. A homenagem foi aprovada por unanimidade pelos demais integrantes da Casa,

“É o nosso reconhecimento, e da Câmara, ao trabalho realizado por Marcelo Cabo como treinador do CSA. Graças ao seu empenho, ao bom relacionamento e incentivo aos jogadores, sempre buscando motivar a equipe e vendo o que cada um tem de melhor em campo, valorizando potenciais, o Azulão conseguiu este importante conquista que foi subir para a Série A, elevando o nome do futebol alagoano”, afirma Silvio Camelo.

TRAJETÓRIA - Natural do Rio de Janeiro, Marcelo Cabo tem 52 anos e chegou ao time do Mutange durante o Alagoano de 2018, conquistou o título e fez o clube superar os momentos de turbulência da Série B.

Marcelo Cabo comandou sua primeira equipe profissionalmente em 2004, dirigindo o Bangu do Rio de Janeiro. Depois atuou como auxiliar técnico de Marcos Paquetá, na Arábia Saudita, Jorginho no Figueirense e observador técnico de Dunga durante a Copa do Mundo de 2010. Comandou equipes do Kuwait, além do mineiro Tombense, no primeiro semestre de 2013 e, no mesmo ano, o Nacional-MG.

Em 2015, foi técnico do Volta Redonda (RJ), durante boa parte do Campeonato Carioca e nesse mesmo campeonato comandou o Macaé, e logo depois o Ceará. Ainda em 2015, Marcelo Cabo acertou com o Tigres do Brasil para a temporada de 2016. No mesmo ano, foi anunciado como novo treinador do Resende, ambos do Rio de Janeiro. Passou também pelo Atlético Goianiense e finalizou a temporada como campeão da Série B, garantindo o retorno do time à elite do futebol brasileiro. No dia 19 de fevereiro de 2018, após saída do Resende-RJ, acertou sua ida para o CSA.


Leia Também

Parceria CSA e FAT