Foto: Divulgação

Em iniciativa pioneira, CSA realiza Seminário de Torcidas Organizadas na busca pela paz nos estádios

O CSA realiza no próximo dia 30 de novembro, no Teatro Gustavo Leite, do Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, o I Seminário de Torcidas Organizadas de Alagoas. A iniciativa, pioneira no estado, visa promover o debate e a busca por soluções para o problema da violência nos estádios de futebol.

O projeto será realizado pela direção executiva do CSA com apoio do Governo do Estado, Tribunal de Justiça, Ministério Público e Centro Universitário Tiradentes, com patrocínio do Grupo Rafael Tenório e do Escritório Jurídico Marcos Bernardes de Mello.

O objetivo geral do encontro é entender os fatores que contribuem para o problema da violência nos estádios e buscar soluções eficazes que possam ser desenvolvidas pelas instituições que estarão presentes no seminário.

O evento terá palestras e debates com personalidades diretamente ligadas ao futebol e aos assuntos que tangem a segurança da sociedade envolvida pelo esporte, além da participação de estudiosos sobre o tema e também de representantes das maiores torcidas organizadas do estado, bem como de torcedores comuns de diversos clubes.

Estarão presentes autoridades como o presidente executivo do CSA, Rafael Tenório, o governador de Alagoas, Renan Filho, o presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, Otávio Praxedes, o presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região, Pedro Inácio, o procurador geral de justiça, Márcio Roberto Albuquerque, o presidente da Federação Alagoana de Futebol, Felipe Feijó, dentre outros nomes importantes.

O seminário terá inscrição gratuita, que pode ser feita pelo número 99641-0802 ou email paznosestadios2018@gmail.com e no dia do evento, que tem como público alvo torcedores em geral, estudantes universitários, policiais militares e membros da sociedade como um todo.

O vice-presidente executivo do CSA, Omar Coelho, um dos organizadores do seminário, destacou a necessidade de eventos como esse para que se dê um pontapé inicial na resolução do problema da violência nos estádios.

“A violência nos estádios faz com que muitas famílias deixem de ir ao campo assistir jogos, com medo de que agressores acabem com um momento que deveria ser de alegria e lazer. Por isso, temos urgência em delimitar as causas dessa violência nos estádios de futebol para, definir os problemas e criar soluções que sejam eficientes e eficazes. Nós como clube de futebol temos a responsabilidade de promover a paz no esporte. O CSA abraçou a causa e larga na frente na busca pela paz e cidadania”, explicou o dirigente.

Um dos mentores do evento é o torcedor José Bispo Filho, que como todos, cansado da violência que permeia o futebol, desenvolveu o projeto e, junto ao CSA, dá início a um trabalho que promete render bons frutos a sociedade.

“A prevenção da violência nas competições cabe não só ao poder público, mas também a todos que participam dos eventos. O esporte, além de garantir uma boa qualidade de vida, é uma ótima ferramenta de lazer e diversão. Por isso, não deve ser transformado em motivo para discórdias. Os bons valores sempre fazem e farão a diferença nos momentos de conflitos. Trouxemos essa ideia para o CSA, que nos acolheu e tornou possível a realização do evento”, disse Bispo.

Confira a programação do evento:

8h às 9h - Credenciamento

9h às 9h30 - Cerimônia de abertura

9h30 às 10:30 - Palestra de abertura:

“Violência nos estádios de futebol, no entorno e nos bairros”                           

Palestra: Dr. Paulo Castilho, Promotor de Justiça do Estado de São Paulo

Mediadora: Dra Sandra Malta Prata – Promotora de Justiça do Estado de Alagoas

Debatedores: Dr Sergio Roberto Carvalho – Juiz de Direito – Titular do 3o. Juizado Cível e Criminal e do Torcedor da Capital do Estado de Alagoas, e  Felipe Feijó – Presidente FAF

10h30 às 11h - Coffee Break

 

11h às 12h - Palestra:

“Plano de ação de segurança e contingências para a competição (Experiência de São Paulo)”.

Palestra: Major Alexandre Vilariço Alves de Oliveira – PM do Estado de São Paulo

Mediador: Capitão Hiraque Agnnes

Debatedores: Representante da Mancha Azul, Representante da Comando Vermelho e Representante da Associação Nacional das Torcidas Organizadas

12h às 13h – Palestra:

“Desenvolvimento de plano estratégico para diminuir a violência no futebol em Alagoas”

Palestrante: José Bispo Filho

Mediador: Danillo Della Justina - Doutorando em Psicologia Social

Debatedores: Marlon Araújo – tenente-coronel da Polícia Militar e comentarista esportivo, e  Wyderlan Araújo – jornalista e radialista

13h - Encerramento


Leia Também

Parceria CSA e FAT