Foto: Ascom/CSA

CSA firma parceria com Faculdade de Tecnologia de Alagoas

CSA firma parceria com Faculdade de Tecnologia de Alagoas – FAT O CSA fechou mais uma parceria importante para dar sequencia ao seu desenvolvimento estrutural e humano. A Faculdade de Tecnologia de Alagoas – FAT firmou convênio com o clube e ofertará descontos a sócios torcedores do clube e a funcionários do CSA.

A parceria também fará com que o clube possa receber em seus setores alunos da faculdade como estagiários, que possam adquirir experiência e agregar valor a parte corporativa do CSA.

A marca da FAT estará estampada nos materiais de treino dos atletas profissionais.

O gerente comercial do clube, Ricardo Lima, falou sobre os frutos que a parceria irá gerar, como a profissionalização dos funcionários do clube e o desconto aos sócios torcedores, de 20% nas mensalidades dos cursos ofertados pela faculdade. “É um grande avanço para o clube. A FAT entra na profissionalização do clube, como é um desejo do presidente Rafael Tenório. Serão ofertadas bolsas integrais a funcionários do clube para qualificar nosso trabalho e também os descontos a sócios torcedores adimplentes”, disse o gerente.

O diretor executivo da FAPEC e diretor de gestão da FAT, Alberto Vasconcelos, disse ser uma parceria de peso para a faculdade e ressaltou os ganhos de ambos os lados.

“É uma parceria muito importante para a FAT. Para a faculdade é uma parceria de peso, para contribuir tanto com os torcedores e seus familiares, como para a comunidade acadêmica da FAT”, comentou o diretor.

A professora dra. Fatima Lippo, diretora de planejamento da FAT, falou sobre o que representa de fato a parceria para a faculdade. “Firmamos um convênio com o CSA onde há a possibilidade de sessão de bolsas de estudos com descontos para sócios torcedores e funcionários. A FAT hoje é reconhecida no mercado, sua marca já é consolidada e a parceria vem para expandir e consolidar ainda mais o que a gente vem conquistando em termos de qualidade e serviços prestados a sociedade alagoana”, falou a professora.


Leia Também