Foto: RCortez/Ascom CSA

CSA reformula categorias de base e mira a formação de novos valores

A partir desta segunda-feira (22), o CSA tem uma nova coordenação e nova comissão técnica para as categorias de base do clube.  Celeiro de grandes craques do futebol brasileiro, a base azulina passa a ter uma gestão profissional e voltada para a geração de novos valores para o time principal.

A nova gestão ficará responsável por todas as categorias, da escolinha ao Sub-20, e será coordenada por dois diretores, Pedrinho Tenório e Fernando Barros. O ex-jogador Marquinhos Mossoró será coordenador das categorias e o novo técnico dos times Sub-20 e Sub-17 é o treinador Bebeto Moraes.

O dirigente Pedrinho Tenório fala que o primeiro objetivo é organizar a casa, dar estrutura para os garotos treinarem e poderem desenvolver o melhor futebol.

“Apresentamos um projeto ao presidente Rafael e ao presidente Raimundo, o trabalho foi aprovado e vamos colocar isso em prática. O objetivo é revelar jogadores e para isso vamos organizar tudo para que a gente possa colher os frutos”, disse o dirigente.

Já Fernando Barros ressalta a força que o CSA tem no cenário nacional como um formador de grandes jogadores e que a nova gestão chegar para retomar essa formação.

“Nossa meta é realmente organizar ao máximo as categorias. Temos uma tradição de ser um clube formador e vamos aproveitar essa força. Trouxemos profissionais com experiência nas categorias amadoras e estamos juntando tudo, da escolinha ao Sub-20, para padronizar o trabalho voltar a revelar grandes jogadores”, explicou.

O calendário da base é extenso, com várias competições em todas as categorias. O novo coordenador, Marquinhos Mossoró, fala que nos últimos anos se especializou na área para poder assumir a gestão em um clube como o CSA.

“Muito feliz em volta a casa, estive com Rafael e Raimundo no inicio do projeto e depois que eles voltaram em 2015 sempre disseram que contavam comigo e agora surgiu a oportunidade. Me especializei nessa área de base, fiz cursos Brasil a fora, tenho experiência e com o bom momento que vive o CSA vamos conseguir reativar a base e estruturar esse trabalho aqui”.

A comissão técnica será comandada pelo treinador Bebeto Moraes, que tem no currículo vários títulos treinando a base de clubes como Santa Cruz-AL, Villareal-AL e Coruripe. Dentre as conquistas, o título alagoano Sub-15 de 2015 e 2017, o alagoano Sub-17 de 2016 e a vaga na Copa São Paulo deste ano.

Bebeto, que participou da formação de atletas que hoje defendem grandes clubes, como Internacional e Atlético-MG, se disse muito feliz ao chegar a um grande como o CSA.

“Almejava chegar em um clube grande com o trabalho que vinha fazendo nos últimos anos e estou muito feliz de chegar no CSA nessa nova era com o clube na Série B e em uma crescente muito boa, com um projeto de base maravilhoso. Espero poder ajudar nesse trabalho novo”, comentou.

Além dele, a comissão terá o preparador físico Wilson Junior, o preparador de goleiros Everton José, e o roupeiro Jonas Salustiano.

O superintendente de Futebol, Fabiano Melo, chancelou a chegada da nova gestão da base azulina e disse que o trabalho será em total comunhão com a categoria profissional.

“A base terá um trabalho integrado ao profissional. Tanto eu, como Marcelo de Jesus, quanto o Flávio Araújo, estaremos sempre em contato, observando os treinos e como o desenvolvimento vem sendo feito. Esperamos ter resultados e que logo novos valores apareçam no CSA”, disse.

Os trabalhos começam de fato nesta terça-feira, com a apresentação dos atletas que já fazem parte do clube. Em breve serão realizadas também peneiras para a captação de novos valores que possam vir defender as cores do CSA. 


Leia Também